sexta-feira, 24 de abril de 2009

Omolete de Espargos selvagens

Mais uma receitinha, desta vez com espargos selvagens...
Durante as minhas viagens de trabalgo encontrei à venda na beira da estrada estes molhinhos de espargos.
São muito caros e por isso trouxe apenas um. Eles são apanhados pelos campos e só durante 2 ou 3 meses no ano.
Tenham atenção que um molho deste tamanho reduz-se a quase nada, porque a parte de baixo de caule tem de ser quase toda tirada.
Com este tipo de espargos fazem-se as omoletes e açordas de espargos com carne...eu optei pela omolete porque não eram muitos....

Preparação:
Corta-se toda a parte rija do caule do espargo e lavam-se. Depois cozem-se, já em bocadinhos pequenos, em água e sal. Depois de cozidos escorrem-se.
Para a omoletes batem-se seis ovos numa taça e reserva-se. Entretanto, pica-se uma cebola e um dente de alho, bem picadinhos e salteiam-se na frigideira com um bocadinho de azeite.
Quando a cebola e o alho estão lourinhos junta-se os ovos e os espargos...
Depois....depois é tantar não fazer ovos mexidos em vez de omolete :P

14 comentários:

Mary disse...

Que bela omelete...também acho os espargos um pouco caros, mas fazem muito à saúde e volta e meia lá tem de ser! Aproveitaste-os muito bem! :)

Nana disse...

Amiga, gosto muito de Espargos hehe
Quero um tequinho, manda a jato para o Brasil?!
Bjs

Rivera disse...

Só comi espargos depois de casada, porque na casa da minha mãe nunca lá entrou nenhum espargo. Mas apesar de ser "um amor" recente, gosto muito dos comer, então grelhadinhos a acompanhar uma bela carne... hhuuummm :)

ameixa seca disse...

Nunca provei espargos e selvagens então é produto raríssimo :) Tem bom aspecto!

Cláudia M. disse...

Gosto muito de espargos, e por acaso nunca fiz assim.

Mas o que achei mais graça foi o aviso quanto aos ovos mexidos: já me aconteceu tantas vezes a omelete transformar-se em ovos mexidos, que nem imaginas...

bjs

Mónica Teodoro disse...

Que bom aspecto. Mas nunca comi espargos. Beijinhos e bom fim de semana.

Carol disse...

Nossa, que omeletes mais chics!!! Beijão

Ricardo disse...

Um pratinho super esse de espargos selvagem, que delicia..adorava ter esses selvagens por ca. :) xxx

Isabelocas disse...

A primeira vez que comi espargos foi aqui na Alemanha, está a começar a época dos espargos e esta semana comprei um livro de receitas, estou cheia de vontade de experimentar, mas os espargos ainda estão caros.
A tua omlete está deliciosa.
Bjos

Mão na Massa disse...

Eu tambem ja tenho a troca pronta... Vou ver se envio esta semana...

Beijinhos*

Ps: A omolete ficou com um aspecto delicioso!

moonlight disse...

O espargos selvagens são optimos para a saúde, mas estou contigo: são caríssimos e só se aproveitam as pontinhas. Esse molhos enganam mesmo! É uma excelente sugestão. Bjinhos

menoscaloriasmaisvida disse...

Uhm..adoro espargos selvagens, mas infelizmente vivo numa zona em que não há. Normalmente, como-os nas Migas de Espargos, num restaurante típico, numa terrinha perto de Mora, no alentejo. Excelente. Tão bom que por vezes fazemos a viagem entre Lisboa e Mora só para os ir comer as migas ao almoço. :D

Verinha Mágica disse...

Encontrei a sua receita por acaso, eu vivo numa zona (alto alentejo)onde se podem apanhar esses espargos selvagens, são efectivamente muito caros para quem compra pk dá muito trabalho tb encontra-los :). É uma boa "iguaria" não sei se quando se refere as açordas se serão migas, pk eu faço migas de espargos com carne e é um manjar dos deuses, mas para ficarem realmente boas tem que ser feitas com pão alentejano!

Verinha Mágica disse...

P.S: Não tem que necessariamente de aproveitar só as pontinhas, o truque é começar a cortar pelas ponta quando o caule começar a ficar rijo ai sim já não se pode aproveitar mais =)